.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.tags

. todas as tags

.Mais Sobre Marco Almeida

Domingo, 1 de Fevereiro de 2009

...

 

Minerais não metálicos
 
Em Portugal exploram-se actualmente alguns minerais não metálicos, sobretudo nas regiões centro e sul do país, mais concretamente nos distritos de Lisboa, Leiria e faro. Contudo, a sua importância é bastante diminuta em termos de valor bruto da produção da industria extractiva .
Dos vários minérios explorados neste subsector destacam-se o sal-gema (cloreto de sódio) e o feldspato, embora haja outros a ser objecto de exploração, como e o caso do quartzo, do caulino (argila branca), do pegamaito com lítio, do talco e da barita.
 
Minerais energéticos
A exploração de minerais energéticos no nosso país encontra-se reduzida à extracção de quantidades mínimas de urânio em algumas minas da região centro, o que em termos de valor total da produção por grupos de actividade mineira, corresponde a menos de 1% do total em Portugal.
Rochas industriais e ornamentais
Mais do que em minérios, Portugal é sobretudo rico em rochas, pelo que o subsector das rochas industriais e ornamentais continua a ocupar um lugar de topo no ramo da industria extractiva e a desempenhar um papel muito importante para aumentar o nível de emprego.
 
As rochas ornamentais exploradas no nosso país podem subdividir-se em:
·        Rochas carbonatadas, tais como a mármore e rochas afins.
·        Rochas siliciosas, como o granito e rochas similares.
·        Ardósias e xistos ornamentais.
 
Águas minerais naturais e águas de nascente
Portugal dispõe de um considerável potencial hidromineral no que diz respeito às águas minerais de naturais e de nascente, visível no elevado numero de ocorrência e na grande diversidade hidroquimica, associada à heterogeneidade geológica do pais.
No ano de 2004 existiam em actividade no território continental 32 unidades de engarrafamento, das quais 18 eram de aguas minerais naturais e 14 de águas de nascente.
Situação idêntica é a que se verifica com as águas termais. Em 2004 encontravam-se em funcionamento 37 estancias termais no nosso país, sendo que a grande parte situada no norte e centro.
 
 
publicado por Mokas Constructor às 22:47
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds