.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

.tags

. todas as tags

.Mais Sobre Marco Almeida

Domingo, 1 de Fevereiro de 2009

...

 

Minerais não metálicos
 
Em Portugal exploram-se actualmente alguns minerais não metálicos, sobretudo nas regiões centro e sul do país, mais concretamente nos distritos de Lisboa, Leiria e faro. Contudo, a sua importância é bastante diminuta em termos de valor bruto da produção da industria extractiva .
Dos vários minérios explorados neste subsector destacam-se o sal-gema (cloreto de sódio) e o feldspato, embora haja outros a ser objecto de exploração, como e o caso do quartzo, do caulino (argila branca), do pegamaito com lítio, do talco e da barita.
 
Minerais energéticos
A exploração de minerais energéticos no nosso país encontra-se reduzida à extracção de quantidades mínimas de urânio em algumas minas da região centro, o que em termos de valor total da produção por grupos de actividade mineira, corresponde a menos de 1% do total em Portugal.
Rochas industriais e ornamentais
Mais do que em minérios, Portugal é sobretudo rico em rochas, pelo que o subsector das rochas industriais e ornamentais continua a ocupar um lugar de topo no ramo da industria extractiva e a desempenhar um papel muito importante para aumentar o nível de emprego.
 
As rochas ornamentais exploradas no nosso país podem subdividir-se em:
·        Rochas carbonatadas, tais como a mármore e rochas afins.
·        Rochas siliciosas, como o granito e rochas similares.
·        Ardósias e xistos ornamentais.
 
Águas minerais naturais e águas de nascente
Portugal dispõe de um considerável potencial hidromineral no que diz respeito às águas minerais de naturais e de nascente, visível no elevado numero de ocorrência e na grande diversidade hidroquimica, associada à heterogeneidade geológica do pais.
No ano de 2004 existiam em actividade no território continental 32 unidades de engarrafamento, das quais 18 eram de aguas minerais naturais e 14 de águas de nascente.
Situação idêntica é a que se verifica com as águas termais. Em 2004 encontravam-se em funcionamento 37 estancias termais no nosso país, sendo que a grande parte situada no norte e centro.
 
 
publicado por Mokas Constructor às 22:47
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

Resumo da materia de Geografia A

 

A quantidade e diversidade dos ecursots minerais axistentes no solo e no subsolo nacionais dependem das carcteristicas geologicas do territorio. A sua producao esta dependente da existencia de jazidas e do nivel de desenvolvimento da industria extractiva.

Os recursos minerais podem agrupar-se em:

  • Minerais metalicos-aqueles em que se pode encontrar substancias metalicas na sua contituicao, como o cobre , o estanho, o ferro e o volframio.

  • Minerais não-metalicos-aqueles que sao formados por materiais não metalicos, por exemplo, o sal-gema, o quartzo e o caulino.

  • Minerais energeticos-todos aqueles que podem ser utilizados como fonte de energia, por exemplo o carvao, o petroleo, o gas natural e o uranio.

  • Rochas industriais-aquelas que sao principalmente destinadas a sua transformacao na industria e na construcao civil, como o granito, o calcario e as margas, por exemplo.

  • Rochas ornamentais-como o nome indica sao todas aquelas, que pela sua beleza, sao utilizadas na ornamentacao de edificios, ruas e mobiliario, as mais comuns sao marmore e alguns tipos de granito.

  • Aguas minerais naturais-sao aguas que provem de fonte naturas e que as suas propriedades fisico-quimicas lhes conferem accao terapeutica.

  • Aguas de nascente- sao aguas que provem de fonte natural e sao concideradas proprias para beber.


A distribuicao recursos minerais e a localizacao geografica das area onde e feita a sua exploracao

esta directamente relacionada com a estrutura geomorfologica do territorio nacional.


Em Portugal Continental podemos encontrar tres tipos de unidades geomorfologicas:

  • Macico hesperico

  • Orlas Mesocenozoicas

  • Bacias sedimentares do Tejo e Sado


O macico hesperico ou macico antigo e a unidade geomorfologica nais antiga e tambem a maior abrangindo cerca de 70 por cento do territorio nacional.

Este e constituido por rochas mais antigas e duras, por exemplo, os granitos, os xistos, os calcarios cristalinos e os quartzitos.

As Orlas sedimentares ou Mesocenozoicas correspondem antigas areas de baixo relevo, nas quais se foram acumulando numerosos sedimentos provenientes do desgaste do macico antigo.Por essa razao a variedade geologica e menor, enncontrando-se rochas mais de tipo sedimentar, tais como areias, arenitos, margas, argilas e calcarios.

Existe a Orla Ocidental que se estende ao longo de uma faixa litoral desde espinho ate a serra da arrabida, existe tambem a Orla Meridional que ocupa a faixa litoral algarvia, de estrutura enrugada, e baixa e plana junto a costa, mas torna-se mais elevada a medida que avancamos para o interior.

As bacias cedimantares do Tejo e Sado sao a unidade geomorfologica mais recente pois teve lugar nas eras terciarias e quaternarias, em resultado da deposicao de sedimentos marinhos e fluviais, em areas de baixo relevo e de fundo oceanico, mas que acabaram por emergir, dando origem as planicies do Tejo e Sado.

Nos acores e na madeira a constituicao geologica de origem vulcanica justifica a reduzida divercidade de recursos minerais, o solo e subsolo e baseado em rochas de origem vulcanica

Portugal e um pais relativamente rico no que respeita a quantidade de recursos minerais, nomeadamente de rochas industriais e ornamentais e de aguas minerais e de nascente, mas no que respeita a industria extrativa Portugal e muito pobre, tem uma importancia pouco significativa na economia nacional.

No nosso pais os minerais metalicos com maior importancia sao o cobre, o estanho e o tungstenio.

Nesse subsector, o projecto mineiro com mais importancia e o de Neves Corvo, no Alentejo.

Na regiao centro do pais a mais importante e a mina da Panasqueira produtora de minerio de volframio.

O nosso pais tem a maior reserva de cobre da europa que se estende desde grandula ate as proximidades de sevilha.



publicado por Mokas Constructor às 19:06
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds